sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Escolhi o silêncio para manter a minha paz.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Algumas considerações sobre o amor.

O amor não é fácil. Não é rápido pra começar nem para acabar.
Existem amores diferentes.
Mas não existe amar pouco ou muito, ou você ama ou não ama.
Porque o amor é inteiro.
Você sente que ele existiu desde o primeiro minuto, mas ele foi construído aos poucos.
Quando você sente que ele está morrendo, pode estar adormecido ou até mesmo já morreu.
Sim. Acredite, ele dorme.
Ele inclusive se alimenta.
Não tem prazo de validade.
É simples, mas ao mesmo tempo inexplicável.
Não tem medidas, é infinito enquanto dura.
É cego, fato!
Faz doer e faz sorrir.
Seria inútil tentar explicar. Só vivendo e sentindo pra saber.
A verdade é que o amor não tem como ser descrito, basta apenas ser vivido.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Pessoas vazias


Você sabe onde quer chegar?

Quais seus planos?
Quais os motivos pelo qual você vive?
Por que reclamas tanto?

É incrível como muitas pessoas tem dificuldade para enxergar as coisas. Como gostam de dificultar, não são práticas e perdem tempo.

Falo daquelas que não tem assunto, que só sabem comentar sobre a chuva ou o calor que fez. Daquelas que nem sabem como acontece a chuva. Que vivem reclamando, inclusive... da chuva.

Sim, refiro-me às pessoas que discutem assuntos banais, que fazem tempestade em copo d'água. Daquelas que acham que seus problemas são os piores do mundo. Que não abrem os olhos para ver o lado bom. Que vivem reclamando, expondo somente problemas, fechando os olhos para as soluções.

Costumo dizer que para resolver certos problemas, basta esquecê-los, pois muitas vezes eles só existem na própria mente.

Parece que quanto mais falamos e reclamamos dos problemas, mais eles aparecem!

Posso falar por que muitas vezes eu já fui uma pessoa vazia.
Já quis chamar atenção para ver se resolvia e acabei prejudicando somente a mim.
Já falei demais quando devia apenas ficar em silêncio que bastaria.
Já me iludi com dinheiro e dei o passo maior que a perna. Cai.
Já confiei demais e perdi.
Já chorei por pouca coisa.
Já deixei de agir por medo.

Com tudo isso e muito mais eu aprendi. Não arrependo-me de nada, pois tudo serviu de exemplo, tudo contribuiu para que eu fosse a pessoa que sou hoje.

Minha vida era apenas um livro vazio. E antes mesmo de saber quem eu realmente era, e o que eu realmente tinha eu comecei a arriscar, a agir, a buscar caminhos, mesmo sem ter certeza de onde eu queria chegar. Errei, chorei, perdi, mas aprendi.
Hoje, eu já enxergo a vida com outros olhos. Penso antes de tomar minhas atitudes. E não vou mentir, continuo tendo medo de errar. Mas isso não me segura, não é uma barreira.
O problema é quando você tem uma certa idade e o livro da vida ainda continua com as páginas intactas. Talvez a capa seja até bonita, mas falta o conteúdo. Faltam sentimentos.
Falta uma visão diferente do mundo. Enxergar quais são as pessoas que se importam com você e que você deve valorizá-las. Não enxergar os problemas, mas sim as soluções.
Partir do momento, não ficar remoendo o passado, deixar de lado o famoso pronome "se", que só gera lamentações.
Desde quando o mau humor pagou alguma conta ou resolveu algum problema?
Desde quando se faz algo sem pensar no que se busca com aquilo?
Onde você quer chegar? Com quem você quem estar?
O que você gostaria de ouvir?

Viva para deixar bons exemplos. Não pense no que os outros vão pensar. Mas se for para fazê-los pensar, pense antes de agir.

Admiro muito uma boa conversa. Prefiro as pessoas que fazem perguntas, do que às que dão opiniões vagas e falam de assuntos cotidianos.
Admiro lições de vida. Admiro àqueles que assumem os erros e ainda aprendem com os mesmos.
Admiro os que passam conhecimento. Que são educadores da sua alma e dos outros.
Admiro os que se importam com o que realmente importa.

Me faz bem um simples jantar, se nele estiverem presentes as pessoas que amo.
Me faz bem agradar a quem eu amo, sem esperar nada em troca.

Àqueles que enchem meus ouvidos com banalidades que poderiam tirar de letra, também não posso julgar. Talvez ainda não tido experiências o bastante para enxergar que a vida é apenas uma, que o tempo está passando, que o que realmente importa não é o que você tem, mas quem você tem.

Sim, dou conselhos, converso. E torço para que o quanto antes apenas abram os olhos, porque a vida não é tão difícil quanto parece, a dificuldade está nos corações e mentes fechadas e no tempo
desperdiçado.

Camilla Seibert


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Instinto


Há dez meses atrás, quando eu havia terminado de fazer a última parte da prova do Enem, passei pelo centro de Gravataí, e antes de ir para casa, dei uma passadinha no Quiosque, onde neste dia a Paz e Amor Bichos estava fazendo uma feirinha de doação de animais. Eis que lá estava a Mimi, esperando-me, dentro da gaiolinha, com um olharzinho meio triste...

Eu disse: "é essa aqui que eu quero!" e, após assinar o termo de adoção, fui para casa bem faceira.
Quando o Edson chegou, eu disse: "Amor, dá uma olhadinha na poltrona da sala."

A primeira frase dele foi:
"- Ah não Camilla!" e a segunda, em menos de dois segundos: "ó, que coisa mais fofinha!"
E foi amor a primeira vista.
Sim, e foi assim todos que chegaram lá em casa, e ela conquistou com sua simpátia. Quando queria brincar, ela buscava sua tartaruga de pelúcia, e quem acompanhou estes momentos bem sabe que não minto ao dizer que era muito engraçado ver ela brincando, pois ela subia onde fosse preciso para socorrer a tartaruguinha!

Ela atende pelo nome, na verdade, pelo apelido, "Mimi", pois seu nome de batismo é um pouco extenso: "Mijoleta"!
Diferente dos demais gatos, nos dias de chuva ela também vai nos encontrar no portão da casa.
É muito bom ter a companhia dela, mesmo que emita poucos ruídos, me sinto feliz quando ela simplesmente vem e para do meu lado me observando.
Há dois meses ela descobriu as coisas boas da vida... E tornou-se a gestante da casa.
Montei uma "caixa de parto", conforme li em um site. Sim, eu me preocupei em saber como deveria proceder!
A barriga dela estava tão grande, que durante a semana que passou, todos os dias eu dizia pro Edson: "Acho que é hoje que vai nascer!"
Mas foi essa noite. 29 de setembro, e adivinha qual foi o local que ela escolheu para ter os filhotes? Justamente na caixinha de parto que eu havia escondido no quartinho, em um lugar que ela não costumava ficar.

Que ótimo, assim pude acompanhar parte dos nascimentos e ver o quanto ela estava sendo mãesona.
Tudo ocorreu conforme eu já havia lido, como se a Mimi também estivesse com um manual, afinal era sua primeira cria.
Ela não ficou braba, gostou de receber meus carinhos, e sintiu-se segura mesmo quando ajudei a acomodar os pequenos.

Impossível descrever toda essa cena de amor e não comparar com aquelas mãe que abandonam ou maltratam seus filhos. Se é que podemos chamá-las de mães.
O Instinto animal é algo muito impressionante. Mimi parecia seguir regras, parece estar atenta ao relógio para não deixar os filhotes com fome.
Hoje, a tarde estava quente, ela deitou um pouco no piso da cozinha, que estava mais fresquinho. Deitou exatamente de frente para porta do quartinho onde estão os filhotes. Olhinhos atentos a todos os movimentos e barulhos. É uma aptidão nata, o dom de ser mãe.
Tão bom presenciar estes momentos, sei que é algo simples e cotidiano. Mas penso que de tudo temos que tirar um aprendizado e algo de bom. E ver um bichinho que a gente aprendeu a gostar, que nunca me deixou sentir sozinha, tendo essa atitude de amor, como se soubesse exatamente o que e como fazer, é muito bonito.
Pois se nós que somos racionais, pensamos e repesamos no que fazer e falar, muitas vezes erramos. De repente se agirmos com mais naturalidade, com justiça e porque não com o coração, teríamos uma vida mais sabia e feliz.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Tamanho do amor



Certo dia, meu marido dormiu no sofá. Foi depois de uma discussão sobre quem é que amava mais o outro. Foi apertado, mas durmimos bem juntinhos!
Esse tipo de discussão já faz parte da rotina. Eu digo: "te amo", ele responde:"eu mais".
Feliz aquele que ama e na mesma intensidade é correspondido.
Mas que intensidade é essa? Penso que todo sentimento que é mensurável é pequeno.
Na verdade, nunca saberemos e nem tem porque saber o tamanho do amor.
O importante é que tudo seja correspondido: O respeito, o carinho, a paixão, o companheirismo, os favores, os abraços, os desejos, as ajudas.
Que tudo seja retribuído, da mesmo forma.
E para os momentos ruins a paciência. Para os momentos de mau humor o silêncio.
Há segredos que você descobre com o tempo. Compartilhar uma vida a dois não é nada fácil, mas quando existe o amor tudo é possível.
Camilla Seibert

sexta-feira, 23 de setembro de 2011



No nosso relacionamento ele me deixa livre pra ser como sou. Mas eu penso no que represento pra ele em tudo que faço. Ambas atitudes são demosntrações de amor.

Camilla Seibert

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O valor de cada um...





Discordo da famosa frase: ninguém é insubstituível. Pode até ser que no seu local de trabalho, alguém realize melhor que você, as suas tarefas quando faltares. Mas se neste local de trabalho você conquistou alguma amizade, vai ter alguém que sentirá falta do seu bom dia.
Dê uma lida nesta história e entenderá o que eu digo:
“Conta-se uma história de um empregado em um frigorífico na Noruega.
Certo dia, ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorífica. Inexplicavelmente, a porta se fechou e ele ficou preso dentro da câmara.
Bateu na porta com força, gritou por socorro, mas ninguém o ouviu, todos já haviam saído para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo.
Já estava quase há cinco horas preso, debilitado com a temperatura insuportável.
De repente, a porta se abriu, e o vigia entrou na câmara resgatando-o com vida.
Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia por que ele fora abrir a porta da câmara, se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho...
Ele explicou:
- Trabalho nesta empresa há 35 anos; centenas de empregados entram e saem daqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim ao sair.
Hoje, pela manhã, disse “Bom dia” quando chegou. Entretanto, não se despediu de mim na hora da saída. Imaginei que poderia ter lhe acontecido algo.
Por isto o procurei e o encontrei... “

Na minha vida as pessoas são insubstituíveis, há palavras que só ouço de uma pessoa, há sentimentos que só sinto por outra pessoa, há uma pessoa que me faz sentir bem simplesmente por estar perto, tem uma pessoa de quem eu não tenho vergonha de soltar gargalhadas e falar minhas besteiras! E o colinho da mamãe é insubstituível. Cada um tem um jeito, uma personalidade... Seus defeitos e qualidades. Cada um conquista em mim um carinho. Cada pessoa é especial e jamais alguém poderia substituir seu lugar.
Eu poderia citar aqui uma qualidade, não só com um adjetivo, mas com uma frase inteira, falando sobre o bem que cada um me faz...
E você, já reconheceu o valor que você tem? Você se valoriza, pensa se está feliz? Você busca estar com as pessoas que gosta nos lugares que gosta? Você é feliz na vida pessoal? E a profissional? E as suas conquistas, e os planos?
A primeira pessoa que deve nos valorizar somos nós mesmos.
Após isso, pense se você está tratando as pessoas com respeito, com amizade, despedindo-se com palavras carinhosas, pois afinal, não sabemos o amanhã... Você já elogiou aquele amigo que sempre está de bem com a vida e de bom humor? E aquele que é um bom pai e esposo, você já disso que admira isto nele?
Sim. Os elogios enriquecem as pessoas o recebem, sem empobrecer quem os dá.

Pense nisso. Cada pessoa tem o seu valor e algo de bom para lhe passar. Reconhecer isso nas pessoas estimula a auto-estima e faz com que as pessoas queiram ser cada vez melhores em tudo.

Agora, se você ficou curioso para saber que frase eu escreveria sobre o valor que você tem na minha vida, é só deixar um comentário ;)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A cada novo amanhecer...

Especial para Salete Coelho.



A cada dia uma nova chance.
A cada dia novos problemas.
Junto com eles novas soluções. Forças renovadas, novos horizontes.
Consequentemente novos aprendizados.
As vezes, você chega a pensar que seus problemas são os piores.
Então você encontra alguém na caminhada, e sua vida esta mais calejada.
As vezes você acha que não vai conseguir.
Então vem alguém e diz: - Eu quero ver você vencer.
Então você percebe que não vai lutar só porque te pediram, mas sim, porque dentro de você há uma grande esperança.
Um fome de viver, uma vontade de que o tempo passe, que tudo passe e chegue o dia em que você possa contar suas experiências e orgulhar-se em poder enxer a boca pra falar:
- Eu venci, eu superei.
Deus está sempre ao seu lado, e te carrega no cólo quando a jornada for díficil.
Então para que ter medo? Porque pensar em desistir?
Nada vai ser tão pesado que você não possa suportar.
Levante a cabeça, lute.
Um passo de cada vez.
E não espere a vitória para comemorar, comemore todos os dias tudo que conquistar. Conte às pessoas, dê a sua lição de vida, escreva sua história.

As vezes tenho vontade de dar um choqualhão nas pessoas que ficam reclamando de tudo!
Poxa! Se liga, ninguém disse a vida é fácil, mas avalie bem se você tem motivos para reclamar.
No meu conceito, reclamar chama mais problemas!
O negócio é partir sempre do problema, sem lamentos. Tem que resolver, tem que resolver e pronto.

Não tem graça cantar a vitória se não houve luta.
Quanto mais difícil, melhor será o gostinho do sucesso.
Que graça terá a vida sem histórias pra contar?

Então, por mais complicado que pareça, lembre-se de que a cada amanhacer você terá uma nova chance. Um novo dia pra viver, vencer e ser feliz.
Tire algo bom de tudo. Reze, tenha fé e transmita a fé.
Hoje é o início de um novo mês, pode ser o início de novas atitudes, de novas metas que você pode traçar.

Mantenha o sorriso no rosto, o pensamento positivo e lute.
Lute por dias melhores, por novas realizações por milhões e milhões de momentos de felicidade, pois é disto que a vida é feita.

Camilla Seibert
01/09/2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Casamento

O medo de não estar seguindo o caminho certo não é maior do que a sensação de liberdade, mesmo andando de mãos dadas.
Estar livre dentro de um relacionamento é assumir um compromisso sem perder a vontade própria.
É saber respeitar e ser respeitado, acima de qualquer coisa.
Buscar a sua felicidade pensando em fazer o outro feliz.
É assumir todos os riscos, superar todos os medos.
Unir-se a alguém totalmente diferente e continuar livre é ter consciência de que cada um continua tendo sua vida, seus sonhos e objetivos.
É entender que é necessário dividir o tempo.
Quanto mais solta a pessoa se sentir, mais ela vai te querer bem.
Onde houver respeito, para que brigas por desconfiança?
Afinal você não precisa de alguém que te complete, pois, conforme o dicionário, “completo” significa:

1. A que não falta nada.
2. Que tem todas as qualidades exigidas.
3. Perfeito.
4. Que não admite mais, cheio.
5. Cabal; satisfeito.
6. Total; pleno.
7. Estado do que se acha completo.

Sendo que:

1. Sempre nos faltará alguma coisa, vivemos em busca de sabedoria, realizações.
2. Ninguém é perfeito.
3. Idem a anterior.
4. Por quê? E os aprendizados, e novidades?
5. E a rotina? Se não fores insaciável ela se torna inevitável.
6. É totalmente instável, por isso você precisa ser muito paciente.
7. Você já nasceu completo.

Você precisa sim, de alguém que te complemente.
Que faça você ser uma pessoa melhor. Te apóie em tuas decisões. Passe com você momentos maravilhosos na tua vida. Que faça tudo valer a pena.
Que te ame e demonstre esse sentimento com palavras e atitudes.
Que juntos descubram o quanto a vida é preciosa, que pra cada obstáculo que encontrarem pela frente há mil razões para superarem juntos e aprender com isso.
Mais importante do que assinar uma certidão de casamento e saber viver um grande amor, e saber que existem dias que você ou o outro vão querer ficar um pouco sozinhos e dias que vão ter vontade de pedir para sair mais cedo do trabalho, pois não vê a hora de encontrar seu par.
Tanta coisa acontece na vida a dois...
É tudo tão bonito e em alguns momentos tão complexo.
Deve ser porque todas as respostas para o amor, definitivamente não tem nexo.
Porque o amor simplesmente não se explica, nem se mede, apenas se vive.

Camilla Seibert
16/8/2011
21:47




segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Celebre a vida



Ontem, dia dos pais, assim como milhares e milhares de famílias, a minha também reuniu-se.
Foi na casa dos meus pais, churrasco e conversas pra colocar os assuntos em dia, porque afinal, normalmente nos vemos uma vez por semana. Pra mim é pouco, por isso não entendo como que gente consegue ficar meses ou até anos sem ver a família.
Já citei aqui neste blog, e orgulho-me em repetir que, graças a Deus, tenho uma família maravilhosa, cada instante com eles é um presente pra mim. Cada um deles é uma pecinha indispensável na minha vida. Mas, infelizmente vivemos sem saber quanto tempo ainda temos, quanto tempo falta para que uma pecinha falte. É triste pensar nisso, mas é um pensamento realista, e temos que concordar que é tão triste quanto saber que temos as oportunidades hoje e não aproveitamos.
Uma janta, uma visita rápida, uma despedida com palavras amorosas, uma ligação, um presente sem data especial. Afinal, porque esperar determinada data para declarar o seu amor?
O que justifica perder tempo com brigas, com discussões, falta de amor?
Nada.
Simplesmente um dia, infelizmente, não teremos as mesmas oportunidades de hoje e não podemos guardar mágoas por tempo perdido, por não ter aproveitado.
O que se leva da vida são as boas lembranças e o que importa na vida são as pessoas.
Nada material você vai levar. Nada vai compensar. O que você leva na mente e no coração que importa.
Isso serve para todas as pessoas que amamos, todas que queremos bem.
Aqueles que acrescentam em tua vida, que te proporcionam amizade, sabedoria, amor, felicidade. Aqueles que estão do teu lado todos os dias, que acompanham todos os teus momentos de bom e mal humor... Não pense que o fato de sempre de estarem sempre juntos deixa sub-entendido que você o ama, diga, demonstre, deixe claro!
Viva de modo que as pessoas tenham sempre boas lembraças suas e você delas, que sejam sempre lembranças recentes, seja presente, aproveite o tempo, as oportunidades de viver momentos epeciais.
Cada pecinha é importante demais pra mim. Que cada pecinha saiba o quanto sou apaixonada, o quanto admiro e valorizo cada momento juntos.
Que Deus permita viver durante toda minha vida, momentos maravilhosos junto da minha amada família e dos meus preciosos amigos, pois este é o verdadeiro sentido da vida.

Camilla Seibert
15/08/2011
12:53h










quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Antes de casar


"Eu não tenho ideia se algum dia irei pensar diferente. Nessa vida, só temos certeza de que um dia iremos morrer, o resto é questão de sorte, destino...
Mas hoje, hoje eu sei bem o que eu quero. Embora eu saiba que as coisas não vão acontecer com eu sempre sonhei.
Talvez eu nem mande convite para as pessoas que gosto participarem, provavelmente eu não vou tocar o buquê e não vou experimentar o vestido de noiva, pois não vou usá-lo.
Que mulher nunca sonhou com isso?
Quem nunca sonhou com um grande amor?
A pessoa certa vai estar lá. É com ele que eu quero passar toda minha vida.
É isso que me conforma ter que abrir mão de todo o sonho.
Apesar de que na vida, é isso mesmo que a gente tem que aprender. Que talvez, não é uma festa perfeita de casamento que vai fazer tudo dar certo. Tem gente que planeja isso durante anos e o casamento não dura.
Eu ainda tenho muito o que aprender.
E agora, eu só tenho que aceitar, me calar e agradecer.
Mesmo que não seja como eu quero, quem eu quero está aqui.
E só eu sei o quento ele é importante pra mim. Se eu tiver o seu amor, não precisa mais nada.
Antes você comigo, do que viver todo o sonho e nosso relacionamento não durar."
Camilla 18/7/2007


Sei que nosso casamento já é abençoado por Deus. Mas quem sabe um dia ainda realizo o tal sonho? Claro, com a mesma pessoa. Pode ser bem difícil, mas a vida dá tantas voltas...

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Mãe


Eu nunca me senti sozinha, pois mesmo longe, o telefone tocava e era você perguntado se eu coloquei bastante roupa porque ia fazer frio.
Eu nunca tive medo de arriscar quando você dizia "faça", pois sabia que você sempre saberia o que seria melhor para mim.
Entendo todos os teus medos, os teus "nãos", tuas preocupações. Tudo que fizeste, foi pensando no meu bem, na minha felicidade.
Foi pensando nessa felicidade também, que você sempre apoio meu namoro, noivado e casamento, pois sempre enxergou o que eu realmente sentia e sempre dizia: - "Não adianta ficar longe de quem você ama. E você ama de verdade."
Mãe, eu lembro quando eu acordava com frio e você levantava de madrugada só para nos tapar.
Lembro-me de quando eu acordava e pedia: - Mamá!, logo você colocava a mamadeira na minha boca e eu mamava e dormia de novo.
Você comprava um sanduíche pra mim e outro pra Kellen na Cacilda, todos os dias, para comermos no recreio, com certeza ela também lembra.
Tudo que você fazia era pensando na gente.
Eu lembro de tanta coisa, e são só lembras boas, bonitas. Não existe mágoa, tristeza, só coisas lindas, marcantes.
Mãe, você sempre torceu por mim e comemorou comigo as minhas vitórias.
Chorou comigo de tristeza e de felicidade. Sempre deixou claro o orgulho que sentia de mim e isso sempre me fazia buscar cada vez mais conquistas pra te deixar mais contente.
Nunca tivemos uma briga se quer, nossos diferenças foram sempre de opiniões, mas nunca trocamos palavras de rancor, sempre nos respeitamos muito, e nos tratamos com muito amor.
Tenho um orgulho sem tamanho em poder dizer que és minha mãe. Você é companheira, amiga. Sabe valorizar as pequenas coisas, sabe que são delas que obtemos a verdadeira felicidade.
Mãe, você e o pai construíram uma família simplesmente perfeita. Todos nós nos amamos incondicionalmente, somos saudáveis, ajudamos uns aos outros e mantemos este laço de ternura sempre forte, unido.
Mãe, sempre disseste que teu maior presente é ter a família sempre ao lado. Digo o mesmo, sem nenhuma dúvida.
Nos dias em que não nos falamos, é como se alguma coisa faltasse, por isso as vezes ligo apenas para desejar-lhe uma boa noite e assim durmo tranquila.
Peço a Deus todos os dias, que lhe dê muita saúde e alegrias. Agradeço-Lhe por essa Mãe tão maravilhosa, tão perfeita que tenho. Você é uma grande pessoa, e tenho certeza de que todos que te conhece diriam a mesma coisa, pois você é especial, você é única, verdadeira, simples e ao mesmo tempo fascinante. Te reconheço pelo jeito de andar, teu cheirinho e pele macia.
Te amo de todas as formas que se pode amar uma pessoa, por todos motivos incontáveis.
Tudo que sou devo a ti, foi de ti que vim, e contigo aprendi a amar.
Não existem palavras possíveis de explicar tudo que sinto, mas eu sei que você sabe mesmo sem eu falar, pois você me conhece mais do que eu mesma.
Obrigada, obrigada, mil vezes obrigada, por tudo, por você existir e ser como é, exatamente como é, sem precisar mudar nada, nada, é perfeita assim pra mim, és tudo, és única.
Obrigada pelo pai que escolheu pra mim, ele é um grande homem, quem nos ama e nos quer tão bem . Obrigada pelos maravilhosos irmãos que me deste, com eles caminharei de mãos dadas pela vida inteira.
Parabéns por ser esta esposa amorosa, vó carinhosa, és também uma amada tia, amiga, sogra, cunhada, prima, irmã, pois todos te amam Mãe,todos!
Estarei sempre do teu lado.
Obrigada por tudo. Te amo Luiza.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Tudo em seu tempo



Muitas pessoas optam pela vingança. Optei apenas por deixar o destino se encarregar de fazer a coisa certa e aguardei anos por este momento. No início, confesso que foi difícil, mas depois vi que o que fizeste não teve um resultado negativo em mim. Pelo contrário. Hoje, sou uma pessoa mais forte, mais segura. Posso reconhecer de longe quem são os amigos verdadeiros que tenho ao meu redor.
Enfim, não sujei minhas mãos, não rebaixe-me ao nível, nem perto. Ignorei. E depois de tanto tempo, vi você, nada senti, mas percebi que me olhava, enquanto eu ria e dançava completamente feliz. Você eu não sei, mas não pareceu-me contente com seus quilos a mais e companhia sem graça. Cada um colhe o que planta, ninguém precisa se preocupar em acabar com a horta dos outros.
De certa forma deveria até agradecer-lhe por contribuir com essa minha personalidade forte que tenho, mas não mereces que eu dirija-lhe a palavra, vamos deixar assim, um silêncio e um sorriso meu no ar, aquele que diz sem precisar de palavras: tua inveja só me fortaleceu.




quarta-feira, 20 de julho de 2011

E lá vem o... Artur!


Mais uma vez, Deus irá nos presentear com um anjinho. Um príncipe que trará muitas alegrias a nossas vidas.
Já estamos ansiosos por sua chegada. Ficamos imaginando com quer será parecido, embora eu tenha certeza de que vai ser a cara do papai Edivan, assim como a mana Duda. Que tenha sempre um sorriso no rosto, como a mamãe Samanta, que seja esperto, saudável e feliz. Já te amamos, mesmo sem ter olhado nos teus olhinhos,imagina então quando te pegarmos no cólo e sentir teu cheirinho?!
Sua chegada será a realização de um sonho, irá completar uma família linda, que busca pela felicidade e neste momento está sendo presenteada por Deus.
Nesta vida, não podemos deixar espaço para tristezas, temos que valorizar tudo que há de bom e aproveitar cada momento. A chegada do Arturzinho é o início de um novo tempo. Com ele vão nascer novos sonhos, novas expectativas, novos motivos para busca de uma vida melhor e cada vez mais feliz.
Com as crianças a gente volta a ser criança, a gente aprende até mesmo com a inocência dos pequenos. As vezes, enxergar o mundo com os olhinhos deles até é bom, assim enxergamos um mundo sem maldade, fácil e cheio de coisas divertidas!
E a vida é assim, cheia de coisas boas para se experimentar e viver.
Tenho certeza, que onde que que esteja, o vovô Valdocir está muito feliz e orguhoso em saber que terá um casal de netos lindos e abençoados, e por estar mais pertinho de Deus guia nossso passos e ilumina nossos caminhos.
Todos estamos anciosos com tua chegada pequeno! Papai, Mamãe, Mana, Avós, Tios, Tias Primos, Primas, Amigos... Venha forte e com saúde! Traga paz e sabedoria para nossas vidas! Chegue logo com seu sorrisinho sapeca pra deixar as nossas vidas mais completas!

Parabéns aos Papais: Samanta e Edivan e a Maninha Eduarda.

Da prima babona: Camilla.

sábado, 16 de julho de 2011

Tua

Um dia antes de casarmos escrevi pra ti. O intuito era deixar claro que eu estava certa do "sim".
Hoje, quero agradecer-te, por complementar a minha vida. Pois continuo sendo eu mesma, só que mais forte. Continuo vivendo minha vida, só que na melhor cia. Continuo seguindo meu caminho, só que de mãos dadas.
Obrigada Edson Luis Seibert Junior.

"Oi amor, não sei se você esta feliz com tudo isso, mas não adianta, jamais conseguiria viver longe de você. Espero que eu consiga te fazer feliz, além de ser tua mulher quero ser tua amiga, tua companheira, que a gente possa aproveitar cada minutinho de nossa vida.
Prometo te acordar com beijos todos os dias...
Levar café na cama nos domingos...
Dormir bem abraçadinhos no inverno...
Que a gente se ame acima de tudo.
Que a gente se respeite antes de qualquer coisa.
Que você sinta saudade de mim todos os dias...
Que a gente se apaixone cada vez mais um pelo outro.
Não tenha dúvidas de que a gente vai brigar e discutir muito, mas que a gente saiba conversar e não jogar fora essa nossa história que já vai completar cinco anos e eu espero que dure eternamente.
Quero estar sempre do teu lado amor, que você me ame como eu te amo.
'O amor não é eterno, eterna é a capacidade de amar', então que sejamos capazes de nos amarmos por um tempo chamado 'PARA SEMPRE'.
Um beijo da sua amiga, namorada, noiva, companheira e a partir de amanhã esposa:
Camilla, 13/12/2007."



quinta-feira, 14 de julho de 2011

Como tudo começou - Final!

Ainda pude ouvir alguns tiros, mas uma dor muito forte deixou-me inconsciente.
Meu "herói" tomou-me nos braços e colocou-me no carro.
- Acorde moça. - Ele sussurrou em meu ouvido.
Fui abrindo os olhos devagar, sentia os ombros doloridos e extremo cansaço. Eu estava no hospital, e ao meu lado, segurando a minha mão, estava ele. Percebi que sorriu quando lhe dirigi o olhar.
- Os médicos fizeram um curativo no seu braço, já posso levá-la pra casa com segurança, como prometi.
Será que era um sonho? Que homem lindo! Que sorriso apaixonante. - pensei.
Importava-se comigo como se já me conhecesse há anos.
Antes que eu pudesse responder, a enfermeira entrou na sala para ajudar-me a vestir o casaco.
- Está muito apaixonado seu namorado, não saiu de perto de você o tempo todo, aguardando você acordar. - contou-me a enfermeira.
Eu apenas sorri, sem palavras.

Ao descobrirem que eu estava trabalhando como secretária do Sr. Borba, um dos empresários mais influentes da cidade, aquele homem e mais dois indivíduos resolveram sequestrar-me, afim de tirar algum dinheiro do bolso do meu chefe bem sucedido. Já haviam iniciado com telefonemas para o meu trabalho, para negociação do resgate, mas a polícia foi acionada pela empresa e agiu com sucesso quando obteve as informações de onde eu estava através homem que foi salvar-me. No meio do tiroteio, em que levei um tiro de raspão no braço direito, a polícia rendeu e levou-os presos.
Meu chefe não ficou sabendo que eu chegaria atrasada naquele dia. E acho que mesmo que soubesse ele ainda assim teria me efetivado, transferido-me para o escritório do centro da cidade, ganhando o triplo do que ganhava, pois tenho a leve impressão de que ele sentiu-se um tanto culpado por tudo que aconteceu...
Naquele dia eu cheguei acompanhada em casa, minha mãe encheu-me de perguntas ao me ver naquele estado. Sorte que ninguém conseguiu o telefone dela para avisar, pois teria ficado muito nervosa. Vendo-me bem, em sua frente, era mais fácil de contar o que aconteceu.
Achei que ganharia apenas uma carona até minha casa, mas meu "herói" desceu do carro comigo e ainda ajudou-me a detalhar os fatos para minha mãe.
Em poucas palavras, fizemos um breve resumo, minha mãe, perplexa colocou a mão no peito e agradeceu a Deus por estar tudo bem, saiu para preparar um café.
Enfim, tive a oportunidade de olhar-lhe diretamente nos olhos, aqueles olhos verdes que já me olhavam com carinho.
- Obrigada. - Juro, a vontade que eu tinha era de abracá-lo, não só por agradecimento, mas por me sentir tão segura, como se tivesse encontrado um pedaço que faltava.
Ele me abraçou.
Não foi forte, devido o cuidado como braço machucado, mas foi protetor, foi carinhoso.
- Eu não costumo fazer esse tipo de coisa, sabia? Dificilmente largaria meu trabalho para "salvar" alguém que pede ajuda a um desconhecido e não à polícia.
- Quando penso no que aconteceu, nossa! Parece um pesadelo. Cada coisa, cada detalhe, parece que foi planejado.
- Quem sabe foi...

Hoje, penso que quando é para o caminho de duas pessoas se cruzarem, as coisas mais inusitadas acontecem para que ocorra o encontro.
Já ouvi de minhas amigas diversas histórias de como conheceram seus maridos, noivos e namorados, mas quando conto como conheci o meu, todas ficam boquiabertas.
Depois que nos conhecemos, ele ligava-me todos os dias para ver como eu estava. O primeiro encontrou foi na primeira semana. Um café com a família dele, o pretexto era que todos queriam conhecer a moça que ele salvou.
Passamos a saciar a vontade de nos vermos quase todos os dias e no lugar de abraços apertados, eram beijos apaixonados e tudo foi se encaixando de uma forma tão bonita, tão perfeita que parecia sonho.
- Um dia antes de te conhecer, eu pedi para Deus colocar alguém especial no meu caminho. Que complementasse a minha vida. No início do dia seguinte, sua ligação, sua voz doce. Na mesma hora lembrei-me do meu pedido. - Foi a introdução do pedido de casamento que recebi nesta noite.
De tudo que aconteceu é possível tirar duas coisas:
A primeira é que temos sempre que ter muita calma, pois nada é tão ruim que não possa ficar pior! Afinal eu estava atrasada e ainda consegui ser sequestrada ao mesmo tempo...
A segunda e mais importante, mesmo nos momentos mais difíceis, acredite que tudo pode dar certo, confie em Deus. As vezes coisas ruins acontecem para trazer coisas maravilhosas para nossas vidas, no meu caso, por exemplo, além de um salto na vida profissional, ganhei um herói, um amigo e agora um companheiro para vida toda.
E tudo se tira uma experiência, um aprendizado, pois nada é em vão, tudo acontece por algum motivo.



Obrigada a todos que acompanharam! cometem! Beijos! Boa noite...








segunda-feira, 11 de julho de 2011

Cassiano Madrid

- Peterrrrrrrrrrr! - Eu gritava, fingindo que iria cair do sofá de costas no chão, e aquele toco de gente, com o cabelo bem crespinho, vinha correndo e fazia a maior força pra me salvar.

E assim a gente Brincava.
Houveram épocas em que a gente brigava um pouco, é que eu não gostava porque ele dizia que o pai deixaria ele fazer tudo que ele quisesse, e era verdade!

Também fiquei com ciúmes quando o pai começou a fazer farafafum* nele também, mas na verdade nós três, Kellen, Camilla e Cassiano sempre tivemos tudo igual, qualquer coisa que a gente achasse que o outro tinha ganhado a mais, pode ter certeza de que estávamos errados.
Mas o Mano era nosso bebê, e hoje já tá mais alto do que todos!
Uma vez, eu e a Laís ficamos apavoradas. Ele cavou um buraco na terra, colocou água dentro e entrou com mamadeira e tudo! Era pura lama, e ele pulava e sapateava bem faceiro.
Ele andava com um cinto na cintura e ali pendurava todo tipo de ferramenta e coisas que encontrava, pois ele era o "homem da luz".
Me impressiono muito, pois ele sempre foi muito parecido comigo. Fazia-me perguntas que eram as mesmas dúvidas que eu tinha quando era pequena.
Menos essa:
-Camilla, o que significa ambos?
- É quando a gente quer se referir a dois homens. - Expliquei e logo citei um pequeno exemplo.
- Ah! E quando é um homem e uma mulher a gente diz "amboas"?
Nossa! Eu ri muito aquele dia.
Mas ele tem o coração móle como o meu. Escreve super bem, só é preguiçoso. Como todos da família, é caçapavano, mas só de coração, porque ama nossa terrinha.
Pra ele eu não tenho vergonha de contar as minhas besteiras. Ele ri comigo, me entende, me ajuda, me cuida.
Teve um dia que eu tava muito mal, ele segurou na minha mão e disse:
- Não chora, o mano tá aqui. - Bah, ai que eu desabei, coisa amada, ele te abraça tão carinhoso, ele é amigão.
Já disse pra ele que tá perdendo dinheiro, é um comediante nato, engraçado, piadista, impossível não rir!
Bondoso, ama e valoriza a nossa família, mas também como não amar, que família mais maravilhosa e perfeita que temos né mano?
As histórias da nossa infância dariam um livro de comédia.
E não há palavras no mundo para explicar o que esse cara significa pra mim.
É mais do que irmão, ele é meu amigo.
Sei segredos dele, que ele não conta pra mas ninguém.
Ele me alegra, me enche de orgulho. Porque a cada dia vejo que está crescendo (e muito!), se tornando uma pessoa de caráter. Vejo que é rodeado de amigos, de pessoas que gostam dele.
É colorado, bem humorado, sempre me elogia e tem de mim o que quer, porque pra ele eu faço tudo que posso.
Mano, eu sempre vou estar do teu lado, na tua caminhada, te ouvindo, rindo contigo, aprendendo, vivendo.
Tu que está ai mais pertinho, cuida dos nossos véinhos, as nossas joinhas que são nosso exemplo, nossa vida.
Continua sendo esse bobão, esse piadista que quando é pra falar sério é homem, e homem de palavra.
Vem mais vezes aqui jantar comigo, e depois posta no twitter que a tua mana é a melhor cozinheira! Me mima, me cuida, me deixa contente com tua presença na minha vida.
Catana, agora já maior de idade. Acima de qualquer coisa, tenha sempre os teus valores, seja justo com você e com os outros.
Seja feliz, faça quem você ama feliz.
Aproveite cada minutinho dessa vida passageira, tenha muito sucesso, muita saúde e Deus no coração.


Tua mana e amiga vai estar sempre torcendo por ti e quando você precisar nem pense em me chamar, chame sem pensar!


Te amo, sou tua fã, tenho muito orgulho de ti!


Feliz maioridade!



*Farafafum: Inventado pelo meu Pai Joel, farafafum é um ato carinhoso de deitar a criança no cólo e fingir que ela é uma gaita, fazendo-a morrer de rir de cosquinha enquanto canta:
- Farafafum, inha, inha, inha, farafarum, fum, fum, fum... é algo contagiante que me fazia pedir pro pai, que chegava todos os dias do trabalho cansado:
- Pai, faz farafafum!
rsrsrsrs

Como tudo começou - Parte III

Levantei uma pedra que percebi estar solta no chão, devido ao cimento velho e gasto. Escondi o celular ali, para que não houvesse perigo de o homem perceber que alguém já sabia onde eu estava. Só ouvi o barulho do plástico quebrando-se quando soltei a pedra pesada. Minha irmã compraria outro celular, já eu não teria outra chance de viver.
Cada segundo que passava mais parecia uma hora. Meu estômago roncava ainda mais desesperado, e ao mesmo tempo o cheiro de esgoto que estrava pela janela embrulhava-o. Eu não tinha muita noção do tempo que já havia passado, mas acho que já haviam passado-se umas três horas. Quando eu estava pensando em uma desculpa pelo meu atraso, até pensei em inventar um assalto, agora não sei se eu não estava era prevendo o que ia acontecer. No final das contas nem precisaria dizer que eu estava saindo atrasada... assim não perderia pontos com o chefe!
Um outro tiro fez-me voltar de meus pensamentos.
- Será que estão atirando no cara que vem ajudar-me? - pensei- Droga! Além de estar com minha vida em risco, coloquei também a vida de quem não tem culpa de nada!
Mais um tempo passou-se e nada mais ouvi. Se tivessem pedindo resgate à minha família eu estaria perdida... e minha mãe deveria estar muito mais nervosa do que eu.
Naquele momento eu pensei em tanta coisa, na minha família, nos meus amigos. Rezei muito para que Deus desse-me mais uma oportunidade de vê-los, de abraçá-los, de dizer a eles o quanto eram importantes para mim. Pois na correria do dia-a-dia a gente deixa de falar como se ficasse subentendido, mas eu vi o quanto seria importante ter dito, ter dado a certeza do que eu sentia, do quanto eu era feliz por tê-los em minha vida.
Naquele momento eu chorei. Lembrava de todos os meus sonhos não realizados, de todas as promessas ainda não cumpridas.
Dos jantares em família, das boas risadas entre amigos.
Chorei pensando que nunca experimentaria o gosto de ter a minha própria família. De pensar que nunca ia saber o que era ser esposa, mãe.
Como é fácil julgar que sempre teremos tempo de fazer as coisas. E os lugares que não conhecei? E a história de amor que não vivi?
E a dor que eu causaria a meus pais, e a falta que faria para minha irmã.
- Ó Deus, proteja-me, esteja ao meu lado neste momento. - eu rezava baixinho.
- Fique em silêncio. Eu vou tirá-la dai. - Eu ouvi aquela doce voz, mas não tinha coragem para olhar. Naquele momento percebi que não estava mais sozinha. Um rapaz olhava-me pela janela, temendo que alguém o visse ali.
- Obrigada por acreditar, obrigada por vir. - Sussurrei. As lágrimas foram automáticas.
Com duas marretadas ele arrancou uns oito tijolos, abrindo espaço suficiente para que passasse.
- Os caras estão muito ocupados com um rolo que eu armei lá no portão, uns amigos meus vão despistá-los, venha comigo.
Cuidado-se ele ajudou-me a sair e como viu que eu tremia muito, abraçou-me forte contra seu peito, e me senti segura e sem medo. Pediu-me para que seguisse em silêncio, e assim saímos agachados próximo às paredes. Quando estávamos entrando em um carro que nos aguardava com as portas abertas, vi que dois homens corriam atrás de nós...

Amanhã tem a parte final!
Beijos





segunda-feira, 4 de julho de 2011

Conversa


Camilla - Amor, vamos dormir?
Xinês - Não tô com sono, vou jogar um play.
Camilla - Ah, mas antes tem que me fazer dormir, não consigo dormir sem você.
Xinês - Mas se a gente se separasse, como você ia dormir?
Camilla - A gente nunca vai se separar, fomos feitos um pro outro. (rsrsrrsrs)
Xinês - Coisa boa, né?

É amor, é a melhor coisa do mundo!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Como tudo começou - Parte II

É, se não fosse trágica, minha frase seria cômica, mas agora já era tarde, o homem estava no meu carro, pediu apenas para que eu continuasse dirigindo, mais nada. Eu, apavorada, já nem sabia mais o que pensar, o que me consolava era pensar que seu tivesse fugido poderia ter levado uma bala na nuca, mas eu estava viva, talvez tivesse alguma chance.
O que ele poderia querer comigo? Um homem bem vestido, eu pude ver com o canto dos olhos, será que é um assalto? Mas porque ainda não pediu-me dinheiro,não mandou-me descer do carro?
- Você conhece o antigo pavilhão onde funcionava aquela empresa de produtos automotivos? - perguntou ele com sua voz grave e firme.
- Sssim. - respondi com um fio de voz.
- É pra lá que eu quero que você vá agora e mais rápido.
Eu obedeci àquela ordem, e depois daquele momento o meu nervosismo tornou-se medo e comecei a imaginar as coisas horríveis que ele poderia tentar fazer comigo. Minhas mãos estavam tão geladas que eu mal conseguia sentir a direção do carro. Rezei em pensamento, nunca senti tanto medo em minha vida.
Chegando lá, parei o carro no portão, que logo se abriu sem que o homem apertasse um único botão, havia mais gente naquele lugar.
Seria um sequestro? Mas o que iriam querer com alguém que mal tem dinheiro para pagar a faculdade? Eu não encontrava uma resposta. Parei o carro onde ele mandou, desceu, bateu a porta e com frieza também puxou-me para fora. Aquele lugar parecia deserto, uma escuridão imensa tomava conta de tudo, mas ele sabia exatamente o caminho. Com um chute ele abriu uma porta e empurrou-me para dentro com toda força. Era uma sala pequena, escura, tinha apenas uma janelinha com menos de quinze centímetros de diâmetro.
- Não grite e não tente fazer nada e você sai viva, do contrário, se a polícia se meter no meio eu estouro sua testa com um só tiro, sem dó nem piedade. - Falou ele olhando seriamente no meu olho. Logo bateu a porta e eu pude ouvir o cadeado sendo fechado.
Estiquei-me na ponta dos pés, e pela janela apenas avistei um muro preto, enorme, que deixava o lugar ainda mais assustador. Ouvi uns tiros, que pareciam ser bem perto, sentei-me no chão e não consegui segurar as lágrimas que insistiam em cair. Eu sabia onde estava,mas ao mesmo tempo parecia estar do outro lado do mundo, onde ninguém poderia escutar-me.
Um vento frio entrou pela pequena janela, procurando aquecer-me, coloquei as mãos no bolso do casaco, senti algo gelado e tão leve, quase imperceptível, puxei tão rápido que quase rasguei o tecido úmido. Era o telefone celular da minha irmã. Lembrei rapidamente da minha mãe falando que havia colocado no bolso do meu casaco, pois minha irmã iria buscá-lo no meu serviço.
Minha mãe, sempre protetora, conseguiu salvar-me até mesmo sem estar por perto.
Não havia nenhum número salvo na lista de contatos, possivelmente era um chip novo que minha irmã havia colocado, e naquele momento não consegui lembrar-me de um único número de um parente, um amigo, qualquer pessoa próxima que pudesse ajudar-me. Com medo de que o homem voltasse eu disquei os oito primeiros números que vieram na minha cabeça, iniciando com os números dos telefones da minha cidade.
-Pronto? - respondeu uma voz grave e muito gentil.
- Me ajude! - eu implorei já chorando.
- Como? Quem está falando? - perguntou ele, achando que era uma brincadeira.
- Por favor não desligue. - Um homem armado parou-me na sinaleira, entrou no meu carro, e agora estou trancada numa salinha no antigo pavilhão daquela antiga empresa automotiva, sabe onde fica?
- Moça, acho que você deve ligar para a polícia, ou os bombeiros, eu...
- Moço, você não entendeu, nem eu acredito que achei esse celular no meu bolso e estou conseguindo pedir ajuda. É sério, talvez esse cara entre aqui de novo e cumpra a promessa que fez de dar um tiro na minha cabeça - eu me calei esperando uma resposta, ele ficou em silêncio também. Com medo de que ele desligasse continuei:
- Ele deixou claro que não quer a polícia metida nisso, você é o único que pode ajudar-me de alguma forma. Por favor, tire-me daqui...
- Fique calma, eu vou ajudar você. Mesmo que eu chegue ai e você ria da minha cara dizendo que cai na sua pegadinha, pelo menos não ficarei com a consciência pesada de não ter ajudado alguém desesperada como você parece estar...
- Eu juro pelo que mais amo que isso é verdade, você vai ver.- disse aos prantos.
-Não chore, eu vou tirar você dai.
- Ei! - Eu gritei antes que desligasse.
-Sim?
- Obrigada!
Desliguei o telefone dois segundos antes de acabar a bateria, eu acordei com pressa e acho que sem querer coloquei o pé esquerdo primeiro no chão...

Em breve tem a parte III!
Boa noite!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Como tudo começou

PARTE I

Eu havia programado o despertador do celular, mas o cansaço e o sono profundo me venceram, então sai quase meia hora atrasada. Meu estômago reclamava pela xícara de café que já fazia parte da minha rotina diária. Naquela manhã fria e cinzenta, as sinaleiras pareciam não querer colaborar, então aproveitei o tempo vago para inventar uma boa desculpa pelo atraso, pois dizer que dormi mais que a cama soaria com um ar muito irresponsável, e definitivamente não era essa a impressão que eu gostaria que meu chefe tivesse logo no meu segundo dia de trabalho.
Era a quarta sinaleira que encontrei fechada, eu já estava atrasada, mas a pressa só iria piorar as coisas, ou não.
Ouvi então uma batida forte no vidro, e antes que me reflexo pudesse agir fazendo-me acelerar e fugir dali, eu vi uma arma na mão daquele homem, que por sinal era o único homem naquele lugar. É impressionante como as coisas acontecem, pois logo naquele dia eu estava sozinha numa das ruas mais movimentadas da cidade. O homem parecia estar paciente, bateu no vidro uma única vez, parecia ter certeza de que eu ira abrir a porta. Tive tempo de pensar o que aconteceria se eu pisasse fundo e sumisse dali, mas ele iria atirar sem medo, então com as mãos tremulas eu abri a porta, pensando porque eu não comprei um carro blindado...

Continua...

sábado, 25 de junho de 2011

Simplismente: Jaque!




Um dia fomos no "Super Pacotão" (conhecido só por quem mora perto da casa de nossas mães) comprar alguma coisa, estávamos comendo uva.
Quando voltamos, não sei por qual motivo, iniciou-se uma disputa acirrada para ver quem pisava primeiro em cada casca de uva que achávamos pelo caminho. Foi quando, conforme a Lei de Newton, nossos pés não conseguiram pisar na mesma casca e nos esbarramos de uma forma tão violenta que caímos um tombo fenomenal, na esquina de nossas casas.
Eu ralei todo o meu rosto, no dia seguinte, olhava-me no espelho e perguntava, apavorada, para minha mãe se ia ficar alguma cicatriz! Nossa, hoje eu dou tanta risada quando lembro!

Certo dia, estava fazendo uns 38°, eu acho, muito calor mesmo, quando sentei na sombra de um cinamono na frente de casa, avistei a Dona Jaqueline, bem bela, banhando-se adivinha onde?
Na caixa d'água do vizinho. E não estava desativada não, estava em pleno telhado da casa!

Minha mãe dizia que pra Jaque ser menino, só faltava um pinto, e eu ficava imaginando...
No começo eu tinha um pouco de medo dela, ela era um pouco brigona, mas quando cresci vi que a Jaque brigaria para defender-me, ela estava sempre do meu lado, foi a primeira pessoa a saber que eu estava realmente apaixonada pelo Edson, antes dele mesmo.

Quando eu resolvi que queria aprender a andar de moto, adivinha quem se prontificou a ensinar-me? Ela. Fomos para uma rua deserta, dei duas voltinhas pra cá, duas pra lá, e pronto!
Já queria chegar no local onde estavam nossos amigos dirigindo. Foi quando a Jaque subiu na carona, e ao invés de eu seguir em linha reta, fui direto à calçada! Consegui frear antes de um belo tombo, mas o freio subiu para cima do pedal e nós riamos tanto que não conseguíamos concertar! Mas digo com orgulho, que quem ensinou-me a andar de moto foi ela, que atualmente está tirando sua carteira!

O tempo passa e agente percebe o verdadeiro valor das amizades, e reconhece quem realmente estará ao seu lado... Existe uma palavra que define a Jaque, essa palavra é "amiga". Sim, amiga para chorar, para rir, para se divertir, para tomar um bom vinho, para cozinhar, para conversar, sobre tudo, qualquer hora, é só chamar. Que bom que ela está sempre pertinho de mim... Chega rindo, me conta as novidades, eu esqueço, depois lembro, mas não dá tempo de ficar braba comigo, porque nós duas juntas é só sorrisos...

Quando eu mais precisei ela estava lá, parecia que sabia que precisava do seu ombro, pois nem foi preciso chamar... Eu dormi bem naquela noite e isso eu jamais vou esquecer.

Que seja assim sempre Jaque, essa amizade bonita que a gente tem desde a infância, que cresce a cada dia.

Ela sempre ouve as minhas histórias com meu amor, e torço muito para ouvir as histórias dela com alguém especial, mas tem que ser especial mesmo, pois ela é uma grande mulher, cheia de força, com caráter, ideais e sonhos.

Sou sua fã Jaque, a irmã mais nova que você não teve, que sempre vai estar do teu lado, menos na cozinha, porque se não a gente briga, cada uma tem que ter sua vez!

Sou sua fã, linda!

Camilla Seibert


No inverno...

O que realmente aquece são os corações!

Na foto: A minha gatinha Mimi e a coelhinha Bombom, minhas fofurinhas! Essa foto foi um flagra que obtive nesta fria manhã de junho.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Amizade

Antes de entrar para a escola achava que amigos eram somente pessoinhas com quem você podia brincar.
Na primeira série concluí que, além de poder brincar, amigos eram aqueles que sentavam mais perto, que faziam com você as atividades e depois da aula ainda iam na sua casa.
Na adolescência, amigas se tornavam confidentes, trocavam informações ainda desconhecidas, da qual tínhamos imensa curiosidade...
Eu ainda arriscava dizer:
- Minha melhor amiga é a fulana...
Hoje, depois de ter tido milhares de experiências com os mais diversos tipos de pessoas com quem convivi, posso garantir que:

O fato de cada um seguir seu caminho muitas vezes distancia preciosas amizades, e não é por maldade é pura consequência, pois conforme você cresce as suas responsabilidades aumentam e já não tens tem todo aquele tempo livre... Você sempre vai lembrar daquela pessoa, mas nunca mais será a mesma coisa... Um pena, porque a amizade é o bem mais valioso que você pode ter, é a certeza de que nunca estará sozinho.
Você conhecerá pessoas de todos os jeitos e terá amigos para todo tipo de experiência!
Procure seus amigos, valorize-os, ame-os, cuide-os!
Amigos, são aqueles que te acompanham na tua caminhada, aquele com quem você viveu momentos maravilhosos na infância, que o futuro os distanciou, você não o vê há tempos, sabe onde ele mora, mas não o procura, mas ainda lembra do dia do seu aniversário...
Amigo é aquele que você conheceu no início da festa e no final dela conversavam como se o conhecesse há anos e o laço fica tão forte que nunca mais se solta.
Amigo ri com você e ri de você.
Você aprende a compreender as pessoas através de seus amigos, pois todos são diferentes e tem algo para lhe ensinar.

De tudo, o que posso garantir são duas coisas:
1ª -Faça muitos amigos, pois estes companheiros estarão do teu lado na tua caminhada, te farão rir, te acolherão, te ensinarão muito sobre a vida.

2ª - É complicado você apontar quem é seu melhor amigo, pois com certeza você não conhece tão bem todos os seus amigos para poder afirmar isso. Aquele que você considera o principal, um dia pode magoar-te e você terá que perdoá-lo por isso.

Todo mundo tem algo de bom para passar, é através da amizade que obtemos o melhor de cada pessoa. O melhor da sua mãe-amiga, da sua irmã-amiga, da prima-amiga, do seu marido-amigo. Nenhum deles é o melhor, apenas uns são mais próximos que os outros e mantê-los perto só depende de você.

Texto escrito a pedido da querida Bruna Martins, a minha amiga de duas semanas que conheço somente virtualmente e nem por isso é menos especial, bem pelo contrário. ; )



terça-feira, 21 de junho de 2011

Chorei



As pessoas normalmente reclamam que as faço chorar com o que eu escrevo.
Hoje eu senti na pele o que significa emocionar-se com as palavras.
Só eu e ela sabemos o quanto é forte o que sentimos em nossos corações.
É muito mais do que carinho de nora por sogra, é uma amizade sincera, a gente se entende com um sorriso.
É parte de mim.
Saiba, minha querida que todo amor que dedico a ti, não é esperando algo em troca, é espontâneo, pois você desperta em mim a vontade de estar do teu lado, de ajudar-te, acarinhar-te, ouvir-te, abraçar-te.
E hoje, com essa frase você acertou em cheio um saquinho de lágrimas que eu não esvaziava há tempos...
Para mim foi como uma sensação de missão cumprida, de saber que o sentimento que tenho por ti é recíproco, de que despertei em alguém a verdadeira amizade, o verdadeiro sentido da nossa existência, que é amar as pessoas assim como a nós mesmos!

Ó Deus, não canso de agradecer-Te pela família maravilhosa que tenho, são meus exemplos de vida, mostram-me o caminho, dão-me força todos os dias!






Sim, eu estou no caminho certo, ao lado das pessoas certas, pessoas que ensinam-me a cada dia sobre a força, sobre a vida, sobre o verdadeiro sentido do amor.

Salete você é uma delas. Obrigada. Saiba que TE AMO muito e estarei sempre ao seu lado.

Camilla Seibert

sábado, 18 de junho de 2011

Life is a gift (Viver é um dom)



Você tem que ir onde acha que não consegue chegar.
Quando estiver triste, pode chorar... sempre o melhor é desabafar.
Estender a mão a quem cair.
Conhecer pessoas, passear, sair.
Você tem que comer comidas diferentes. Pelo menos uma vez na semana esquecer o colesterol e o diabetes, pois quando você ver a vida já passou e você ainda não comeu a pizza dos seus sonhos!
Você tem que subir num morro bem alto, lá de cima imaginar que tudo que você vê são seus problemas, então perceberá que eles são pequenos diante de você e da sua força.
Dedique tempo para as pessoas que você gosta, as vezes o tempo passa e um simples "oi" é colocado no lugar de horas de risadas e conversas.
Tire fotos e guarde. Guarde pra sempre. Pois futuramente serão elas que trarão lembranças de momento felizes.
Faça o que você sempre quis fazer e nunca se julgou capaz.
Diga o que você sente, as vezes, pode ser tarde demais.
Confie mais em você mesmo.
Ame, de carinho e seja feliz ao lado de alguém especial. Se for difícil, não desista, para todo mundo é... Afinal conviver com uma pessoa diferente de você sempre será complicado. Você tem que entender que a pessoa continua tendo vida própria. O que você tem que buscar são momentos felizes juntos dessa pessoa, companheirismo, aprendizado, alegrias e descobertas.
Se não der certo, bola pra frente! Sempre existe alguém que nos proporciona momentos especiais. As vezes por poucos instantes, se tiver sorte por algum tempo e se for amor de verdade: pela vida inteira.
Você tem que experimentar um banho de chuva, mas não se enfureça se tomar na hora errada. O mau humor não resolve problemas, só os piora. E viver de bom humor é tudo de bom! Quem não gosta de estar rodeado de pessoas positivas e bem humoradas?
Não confunda loucura com felicidade, as consequências são diferentes. Ache a felicidade dentro de você!
Ria dos seus tombos, corrija seus próprios erros.
Quando estiver sozinho, não hesite em ligar o som bem alto com a sua música preferida.
Você tem que comer chocolate e não dar bola para as espinhas.
No inverno, tomar banho e ir correndo para debaixo dos cobertores.
Você tem que dizer "eu te amo" olhando nos olhos da pessoa.
Você tem que presentear sua mãe com uma flor, não estando em uma data especial agradecê-la por ter te dado a vida.
Você tem que abraçar mais o seu pai e os seus irmãos,, sua família é o laço mais forte, que nada pode destruir, nem ser mais importante.
Você tem que ter Deus no coração. Tenha fé, seja positivo, passe coisas boas às pessoas ao seus redor.
Você tem que viajar, conhecer novos lugares.
Você tem que contar mais piadas, histórias de terror.
Você tem que queimar a língua provando a comida que fez pela primeira vez,mas orgulhar-se de ter aprendido a cozinhar.
Você tem sempre que ver o lado bom das coisas, tudo acontece por algum motivo.
Você tem que fazer as coisas com vontade, não reclamar porque tem que trabalhar, mas agradecer por ter um trabalho.
Você tem que estudar, aprender, o conhecimento é uma riqueza eterna que nunca será demais.
Você tem que dar valor às pequenas coisas, pois se você prestar atenção, vai perceber que são elas que te proporcionam momentos de felicidade e fazem você viver de verdade.
Não deixe que o tempo passe, você tem que viver cada momento com sabedoria e intensamente. Este minuto que estamos vivendo nunca mais voltará, a vida é única e preciosa, um presente. Não se arrependa de não ter feito algo que julgou ter outras oportunidades, a hora é sempre agora.
Viva, você tem que ser feliz.

Camilla Seibert
28/4/2004
(Eu tinha 15 aninhos e já tinha "caído a ficha", a sua já caiu?)

terça-feira, 14 de junho de 2011

Decidi: Sou rica.



Rica de saúde, de personalidade, de virtudes.
Sou rica de amor, de marido, de companheiro.
Sou rica de pai, mãe e irmãos.
Sou rica de sogro e sogra, cunhados e sobrinhos.
Rica de saúde, de paz, de caminha quente todas as noites.
Rica de comida saborosas, de churrascos maravilhos...
Rica de amigos que procuram-me, ligam-me ou deixam-me recados!
Rica de afilhados lindos, familiares amorosos.
Rica de proteção e bençãos de Deus.
Sou rica de sonhos, vontades e forças.
Rica de conhecimento e fome de aprender.
Sou rica de garra, de caráter, de paciência.

Há pessoas que tem milhões na conta bancária e quando está ne aniversário ninguém lhe telefona,a não ser por interesse.
As pessoas me amam pelo que sou não pelo que tenho!

Definitivamente sou rica de felicidade!

Ah fala sério, na verdade eu sou uma milhonária!

Camilla Seibert

Herdeiro(a)






Sim. Eu quero ter filhos(as), pelo menos um(a). E alegra-me saber que o pai dele também pensa como eu. Só Deus sabe quando será a hora, neste momento preocupo-me com o que ele vai herdar dos pais.
Ainda nem carrego-o no ventre, mas volta e meia deparo-me com ele no pensamento. Será que vai ser lorinho ou moreno? Será que desde pequeno entenderá que o Inter é o melhor?
Quando tomo decisões que influênciarão no futuro, eu penso nele.
Engana-se quem leu até aqui e imagina que falo de bens materiais... Falo de caráter, de princípios,de personalidade.
Como educar uma pessoinha no mundo de hoje?
Como explicar que a vida tem vários caminhos e nem sempre o mais convidativo é o melhor? Díficil...
Que medo de errar, de não poder dar o melhor.
Mas não se pode desistir de um sonho baseando-se no medo de algo que você nem conhece!
Só sei que as forças brotarão em mim quando você presentear-me com o primeiro sorrisinho... Vou te contar lindas histórias pra você dormir e também quando acordar.
Que tenha o caráter do pai, seja sonhador e paciencioso como a mãe.
Que conheça e se orgulhe da história dos avós.
Que herde o bom humor dos tios.
Que valorize a amizade.
Que acredite no amor que unio seus pais.
Que tenha Deus no coração e que Ele guie teus passos.
Que seja uma pessoa do bem e tenho o dom de levar alegria a todos.

Que tire de cada um de nós um ensinamento e leve para sua vida.
Que sinta a mesma vontade que eu sinto de viver a vida intensamente, olhar para trás e nunca se arrepender, saber que de tudo se tira um aprendizado. Que tudo que é material se vai, e tudo que você aprende e sente nunca lhe tirarão.

Que seja além de um filho(a) um companheiro. Que respeite seus pais e os demais.
Que eu consiga lhe passar tudo de bom que tenho e aprender ainda mais para ensinar-lhe.

Que o homem que escolhi para ser teu Pai te acompanhe sempre na tua caminhada.
Que aprenda contigo que estamos aqui para fazer algo de bom.
Para nós dois, você representará o que de melhor deixaremos neste mundo.


Camilla Seibert

Incremente seu miojo e seja feliz!




Cozinhar é uma das minhas maiores paixões! Então não se assuste quando se deparar com as minhas invenções!

Miojo Incrementado
Você vai precisar de:

01 pct de miojo
Linguiça calabresa
Brócolis
Cenoura
Meia Cebola

Preparo:

Cozinhe o brócolis, rale a cenoura e reserve. Prepare e tempere o miojo como de costume. Pique a cebola e refogue com a liguiça calabresa. Misture à liguiça o miojo,a cenoura ralada e o brócolis. Pronto! Simples assim!

Foi a minha janta de hoje, depois de um dia cansativo no trabalho é uma ótima opção de comida rápida que fica pronta em menos de meia hora!

Bon appétit!

Beijos

terça-feira, 7 de junho de 2011

Julia = Vida



Toda vez que lembro de você, pequena princesa, tenho mais motivos para lutar pelos meus sonhos. Pois você mostrou-me que força não é uma questão de tamanho, que tudo é possível se você pede com o coração.
Que Deus te acompanhe sempre, tenha uma vida abençoada e continue sendo sempre uma menina guerreira, que desde muito pequena já mostrou a todos que tudo é possível só basta acreditar!

TE AMO.

sábado, 4 de junho de 2011

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Dica

Sabe qual é a hora de ser feliz?



A hora de ser feliz é sempre agora.

Camilla Seibert

quinta-feira, 17 de março de 2011

Pai


Você tem todos os motivos do mundo para comemorar este dia!
Tens do teu lado a linda família que você construiu.
Os filhos que você educou, a esposa que te sempre te acompanhou e o neto que Deus presenteou. Além dos amigos e familiares que te querem bem.
Todos nós temos orgulho de você. Sabemos que por trás deste rosto brabo, dessa voz firme tem um coração cheio de amor. Que se orgulha dos filhos, que se preocupa com a esposa, que sempre adora a comida que está à mesa, mas sempre acha alguma coisa pra reclamar!
Desde pequenos, aprendemos e respeitamos as tuas manias, de comer com o mesmo garfo, de sentar nos mesmos lugares, a mania de ficar mudando de canal sempre que queríamos ver o que estava passando na TV.
Tenha certeza que teus exemplos fizeram de nós pessoas de bom caráter, crescemos vendo as tuas batalhas diárias para nunca nos faltar nada, e você cresceu com teu próprio esforço, sem mágica, sem doações.
A sua alegria diante das conquistas eram as nossas alegrias.
Lembro de quando saia cedo de bicicleta até o Parque dos Anjos trabalhar, de quando acordávamos cedo para enfrentar horas de viajem de ônibus a Caçapava, quase nem dormíamos de tanta ansiedade! Lembro do primeiro carro, do primeiro celular, da reforma da casa, de tudo que era conquistado conforme as condições.
Sabemos que ainda há muito trabalho pela frente, e também ainda há muito para conquistar.
Mas hoje as coisas são mais fáceis, os filhos já estão criados e podes te dar ao luxo de viajar, passear, descansar. E tudo isso é muito merecido Pai, pois tua missão está sendo cumprida magistralmente.
Merece toda felicidade do mundo Pai, que Deus abençoe você e a Mãe, que tenham sempre muita saúde e que todos os seus sonhos se realizem.
Nós, teus familiares e amigos queremos estar sempre do teu lado, na tua caminhada.
Queremos que sempre conte com a gente, que sempre nos procure, pois nossas casas estarão sempre se portas abertas para recebê-lo!
Que como sempre, possamos comemorar momentos como este com churrascos maravilhosos que você adora fazer!
Pai, obrigada por ter nos presenteado com a vida, pela proteção, pela preocupação, pelo Lar que construímos juntos.
Obrigada por ser Colorado, essa é uma das tuas características que mais temos orgulho em seguir!
Agradecemos a Deus por estar do teu lado nessa data tão especial, meio século, uma vida cheia de histórias pra contar, da qual todos nós nos orgulhamos e estamos muito felizes em poder festejar!

Parabéns! Feliz aniversário!

sábado, 12 de março de 2011

Minha Sorte!

Durante todo esse tempo que estamos juntos, aprendi muitas coisas, chorei muitas vezes, te dei muito carinho, senti o que é ser amada de verdade, tive em você o melhor amigo e companheiro, e amei você todos os dias e noites incondicionalmente, isso nunca mudou. Você é meu companheiro, meu travesseiro (!), meu cheiro, meu norte. Tenho em você a fonte da minha felicidade de cada dia, pois é teu beijo que eu ganho todo dia quando acordo e toda noite antes de adormecer. Que seja assim pra sempre, esse amor sincero e inocente, amor que adormeceu e acordou mais forte, amor que é a minha maior sorte.
Camilla Seibert

quinta-feira, 10 de março de 2011

Bebele e Bebella




Nomes de Princesas, minhas princesas, princesas do Leco.
Amor e doçura. A combinação perfeita.
Sabe quando alguém vibra com você na mesma intensidade, quando acontece alguma coisa boa? A Bebele é assim.
Temos inúmeras histórias juntas, incontáveis momentos em que rimos até não poder mais.
Já atropelei um cliclista quando sai correndo para encontrá-la (sorte dele que eu estava a pé!).
Já queimei a testa com a nata do leite recém fervido, no qual cheguei pertinho pra cheirar e a Bebele resolver soprar!
Já participamos de desfiles de moda chiquérrimos, no qual as juradas eram nossas mães, tias e a Vó (ô saudade), e as modelos participantes eram Tati, Kel, Lidi , Josi... companheiras de trakinagens!
Nossa, quantas lembranças! Quantos loucuras, que só a gente sabe!
Agora somos mulheres. Dividimos nossas dúvidas, alegrias, desilusões e aprendizados.
Deus deu a ela um merecido e perfeito presente: A Bebella. A florzinha que enfeita o jardim de toda família. Um amor. Ficamos, às vezes, semanas sem nos vermos e ela sempre mimosa quando nos encontramos.
Inteligente, simpática, linda. Características tanto da mãe, quanto da filha.
Sorte de quem tem a presença dessas duas na vida.
A Bebella já tem história pra contar...

Inocente, coisa boa não ter maldade, não ter que cumprir horários, pagar contas. Ter a missão de sorrir e fazer as pessoas felizes só com aquele doce olhar, com as primeiras palavrinhas que ela arrisca dizer e nem sempre sai perfeito, mas sempre nos faz sorrir!
E é tão bonito ver o quanto a Bebele aproveitou e fez valer a pena cada minutinho da vida da Bebella. Como ela se preocupa em fazer sempre o melhor, em registrar tudo para que a filha tenha lindas lembranças quando crescer.
Arrisco dizer que a Bebele aprende tanto com a filha, quanto a Bebella com a mãe.
São tantas coisas novas, tantos sentimentos a experimentar.
Tão bonito ver o quanto a Bebele ensina a filha a valorizar a família, a reconhecer quem a ama, quem a quer bem.
Bebella terá orgulho de onde veio. Com certeza terá orgulho em dizer quem são seus pais, avós, tios e primos.
Que Deus abençoe essa linda família que você formou Bebele, e a família de onde você veio, meus queridos dindos e primo (que também já tem seu principe Rico!).
Que você tenha cada vez mais motivos para se orgulhar da tua pequena, que já é uma moça, que sempre te ensina coisas novas, que te dão mais motivos para lutar todos os dias por teus sonhos e objetivos.
Em tudo que fizeres, pense sempre em tudo de bom que tens. Não há motivos para dor, para mau humor, o que você tem na vida compensa qualquer aborrecimento, te dá força para superar qualquer obstáculo. Agradeça a Deus por tudo que conquistou nessa vida, pois tu és privilegiada.
Tenho por vocês um amor sincero, fico feliz em saber que estão felizes. Quero ter mais tempo com vocês, dividir momentos felizes. Sabemos que a vida é feita desses momentos, que o que importa são as pessoas, por isso minhas lindas, quero vocês ao meu lado nessa caminhada, quero dividir com vocês meus sorrisos.
Quero uma janta bem gostosa feita pela Madrinha Flor! Vamos Marcar?


Camilla Seibert

Só cresce!

Amor de verdade é para sempre.
Camilla Seibert

sexta-feira, 4 de março de 2011

Dona Salete, Salen, Saletinha, Sá, Naja ou simplesmente Sogrinha...



A vida me deu dois presentes quando encontrei o meu companheiro pra vida toda. Ganhei mais uma família maravilhosa, a qual amo e admiro muito!
Ganhei sua Amizade, porque, acima de tudo, sei que somos amigas, pra rir, pra chorar, pra brincar e fazer piadas... Você é divertida, bem humorada, Bonita... Não estou puxando o saco, sou sincera... Admiro sua personalidade, seu modo de lidar com as coisas, seu bom gosto pra tudo. Admiro o quanto você valoriza os amigos, e o resultado disso e ver que eles estão sempre a sua volta... Porque você cativa as pessoas, nunca te vi de mau humor, nunca! Vi você xingar o Rique por causa de travessuras, mas depois você dá risada! Às vezes, eu penso que quero ser sempre assim como você... Sempre de bom humor, Feliz, Forte...
Sabe Salem, às vezes eu fico sem palavras pra conversar com você. Porque queria ter as palavras certas pra te dar força. E de tudo que eu admiro em Você, sua Força e Garra é o que te tornam essa pessoa maravilhosa que todos amam e querem ter sempre por perto.
Imagino, não deve ser fácil, mas continue assim, Você está superando todos seus limites, e é isso que Deus quer, que você vença, supere, cresça espiritualmente. Deus faz isso pra gente lembrar de todos os dias agradecer por ter um novo dia pela frente. Assim a gente aprende a valorizar o que temos de mais belo... A vida, a família, os amigos... Por que é daí que vem a Felicidade, dos bons momentos, da amizade, da convivência.
Temos que encarar isso como algo que vai te deixar mais forte, e não mais fraca...
Nesses momentos difíceis, lembre-se sempre de que “O que há de mais belo em uma pessoa, não é sua forma física, mas sim o que ela leva no coração e o que deixa no coração das pessoas”, sendo assim, você é uma das pessoas mais Belas que conheço, pois deixou em meu coração um enorme carinho que nunca vai acabar!
Neste Aniversário, e em todos os outros, comemore, pois temos inúmeros motivos para isso! Temos uma família linda, amigos maravilhosos! Temos uma a outra... Pode chorar, eu também chorei ao escrever...
Vamos comemorar Natal, Ano novo... Tudo! Estamos vivos, temos em nossas mãos todos os dias a chance de sermos Felizes, e nós mesmos é que somos responsáveis por isso. Portanto, SEJA FELIZ, BUSQUE A SUA FELICIDADE, TODOS OS DIAS.
O que eu te desejo é muita saúde e força pra que alcance tudo isso.
Que Deus te abençoe muito!

Te amo, da sua filha do coração

Camilla Seibert
10/09/2009